1968: Contrato de Arrendamento de terra indígena no município de Tapejara.

A estratégia ruralista de se apossar das terras indígenas passa TAMBÉM pelo arrendamento, reparem que é irrisório o valor pago a renda indígena. Passados 45 anos, fica a dúvida: estas terras hoje estão na posse plena de quem?

O arrendamento é a porta de entrada ao roubo de terras indígenas, como apontado no Relatório Figueiredo.

FONTE: http://www.docvirt.com/docreader.net/DocReader.aspx?bib=DocIndio&PagFis=14231